Domingo , 20 Agosto 2017
Capa > Comportamento e Relacionamentos > Significado dos aniversários de casamento ano a ano – Bôdas e Comemorações

Significado dos aniversários de casamento ano a ano – Bôdas e Comemorações

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Originário do latim, o termo boda (pronuncia-se bôda) significa promessa. O nome é usado nas celebrações dos aniversários de casamento, e cada ano tem um significado. O nome é usado nas celebrações dos aniversários de casamento, e cada ano tem um significado, representado por um material – pode ser um metal, uma pedra preciosa, e até flor – que simboliza a nova etapa na vida do casal. Conheça a lista com as bodas de casamento até 75 anos e dicas para comemorar em datas especiais.

Significado dos aniversários de casamento ano a ano - Bôdas e Comemorações

1 ano: Bodas de Papel – O primeiro aniversário de casamento é representado pelas Bodas de Papel.

2 anos: Bodas de Algodão – O algodão é uma fibra macia, representa  o conforto após o período de adaptação.

3 anos: Bodas de Trigo ou Couro – O trigo representa fartura e prosperidade. O couro simboliza fartura e união.

4 anos: Bodas de Flores e Frutas  – Flores representam cuidado com a relação e as frutas indicam vitalidade.

5 anos: Bodas de Madeira ou Ferro – São as bodas da durabilidade.

6 anos: Bodas de Perfume ou Açúcar – O doce sabor da vida se alia ao aroma de felicidade.

7 anos: Bodas de Lã ou Latão – Nesta etapa, a união está mais resistente, como a liga metálica.

8 anos: Bodas de Papoula ou Barro – Papoula, associada ao rejuvenescimento e o barro, cuja principal característica é ser maleável

9 anos: Bodas de Cerâmica ou Vime – A delicadeza e aparente fragilidade do vime se unem à força e estabilidade da cerâmica.

10 anos: Bodas de Estanho – Conhecido por ser maleável, o estanho sugere que se leve a vida maleavelmente,

11 anos: Bodas de Aço – Estabilidade. Mesmo sob forte impacto, o aço deforma, mas não se rompe.

12 anos: Bodas de Ônix – Suavidade, sutileza, riqueza e cuidado na relação são a simbologia da pedra.

13 anos: Bodas de Renda ou Linho – Uma das tradições na comemoração das bodas é presentear com o material correspondente, Neste caso, o linho e a renda.

14 anos: Bodas de Marfim – A lógica dos materiais associados às bodas é que quanto mais tempo o casal permanece junto, mais nobre é o elemento.

15 anos: Bodas de Cristal – Cristalino deve ser o dia a dia do casal.

16 anos: Bodas de Turmalina – As turmalinas (podem ser rosa, azul, verde, melancia ou preta) acabam com medos e condições negativas da vida.

17 anos: Bodas de Rosa – Símbolo universal do amor.

18 anos: Bodas de Turquesa – A pedra protege contra poluição de ambientes. É considerada sagrada para os budistas tibetanos.

19 anos: Bodas de Água-marinha ou Cretone – A água-marinha traz paz e alegria aos relacionamentos e suaviza os problemas emocionais.

20 anos: Bodas de Platina – Platina, um dos metais mais nobres encontrados no planeta Terra.

21 anos: Bodas de Zircão – Simbolizando a 21ª comemoração, o zircão, da família da zircônia, é um mineral notável de coloração natural, substituto popular do diamante.

22 anos: Bodas de Louça – O material é interpretado como um vasilhame onde se pode acomodar líquidos ou sólidos. Significa que o casal suporta muitas coisas junto

23 anos: Bodas de Palha – A palha significa o combustível para o relacionamento. Indica que marido e mulher podem construir muitas coisas pela frente.

24 anos: Bodas de Opala – A pedra é usada para reviver lembranças e faz com que a beleza interior aflore.

25 anos: Bodas de Prata – Hora de renovar os votos e  trocar a aliança por uma nova.

26 anos: Bodas de Alexandrita – Capacidade de mutação. Alexandrita ou alexandrite é uma variedade do mineral crisoberilo e uma pedra preciosa muito apreciada e de grande valor. Muda sua cor de acordo com a luz: à luz natural é geralmente verde-oliva, mas à luz incandescente, de lâmpadas de filamento e fogo, assume cor vermelha

27 anos: Bodas de Crisopásio – A pedra é a variedade mais valiosa do quartzo cripto/microcristalino. O Crisoprásio é considerado uma das pedras preciosas mais valiosas, mas hoje, raramente é encontrado. os antigos gregos honravam essa pedra, cujo valor era considerado equivalente ao do ouro. Os gregos acreditavam que essa pedra protegia contra depressão e mau humor. No Egito, o Crisoprásio era utilizado como pedra de proteção, de cura e contra magia negra.

28 anos: Bodas de Hematita – Frequentemente chamada de diamante-negro, a pedra que representa os 28 anos de união é conhecida por aumentar a coragem.

29 anos: Bodas de Erva – Quem nunca recorreu a um chazinho para a cura de problemas físicos, emocionais ou espirituais?

30 anos: Bodas de Pérola – Relação duradoura. Estima-se que as pérolas podem durar até 150 anos.

31 anos: Bodas de Nácar – O nácar, substância dura e rica em calcário, produzida por alguns moluscos, representa a cosntrução do casamento ano após ano já que  o nácar das conchas é feito de camadas planas.

32 anos: Bodas de Pinho – O aroma balsâmico do pinho para os celtas significa nascimento.

33 anos: Bodas de Crizo – O crizo (ou crizopala) ficou conhecido pelos gregos como pedra de ouro. Suas cores variam do amarelo ao verde.

34 anos: Bodas de Oliveira – A árvore que é símbolo da paz foi escolhida e é citada como a árvore sagrada.

35 anos: Bodas de Coral – Representam a união familiar, já que os corais podem constituir colônias coloridas e podem formar recifes de grandes dimensões que albergam um ecossistema com uma grande biodiversidade e produtividade.

36 anos: Bodas de Cedro – A árvore de grande porte, que pode atingir de 20 a 25 metros só no tronco, representa a solidez de uma união que chega aos 36 anos.

37 anos: Bodas de Aventurina – Outra pedra, uma espécie de quartzo colorido ou esverdeado, é o símbolo dos casamentos que completam 37 anos.

38 anos: Bodas de Carvalho – Um dos principais usos do carvalho é a fabricação de barris, que permitem uma eficiente armazenagem de bebidas, especialmente vinho.

39 anos: Bodas de Mármore – Tantos anos pressupõem que o casal já passou por muitas situações e que um polimento faz a relação voltar a brilhar como um mármore.

40 anos: Bodas de Esmeralda – É apreciada como gema e o preço por quilate a coloca entre as pedras mais valiosas do mundo, daí a relação com o amor e união.

41 anos: Bodas de Seda – A mais valiosa mercadoria da China na antiguidade, o fio delicado e brilhante resulta do trabalho minucioso do bicho-da-seda.

42 anos: Bodas de Prata Dourada – Nem tão amarela quanto o ouro e nem tão cinza quanto à prata. Esse é o tom da comemoração dos 42 anos de casamento.

43 anos: Bodas de Azeviche – A gema orgânica, produzida por plantas ou animais, assim como as pérolas, o coral ou o marfim, representa comprometimento.

44 anos: Bodas de Carbonato – A natureza inspirou a escolha dos elementos que simbolizam as comemorações das bodas de casamento.

45 anos: Bodas de Safira ou Platina – Muito difícil de oxidar, sólida, maleável e altamente estável é a platina, que junto com a safira marca o 45º aniversário.

46 anos: Bodas de Alabastro – Escolhido como símbolo dos 46 anos de vida a dois, o alabastro é uma espécie de mármore branco, translúcido e suscetível ao polimento.

47 anos: Bodas de Jaspe – A pedra da boda de 47 anos é dura e opaca, e se apresenta na natureza normalmente na cor vermelha.

48 anos: Bodas de Granito – Uma união é composta por inúmeros elementos – amor, amizade, cumplicidade, companheirismo – assim como o granito, fruto de associações variadas.

49 anos: Bodas de Heliotrópio – O mineral é também conhecido como a pedra do sangue. É um poderoso curador, ajuda a purificar e limpar o organismo.

50 anos: Bodas de Ouro – Uma das comemorações mais tradicionais. Ouro metal mais do que nobre valorizado há mil~enios pelas mais diversas cultas existentes no planeta, simboliza o indissolúvel.

51 anos: Bodas de Bronze – A grande popularidade do metal se deve à sua enorme resistência estrutural, a não corrosão atmosférica e à facilidade de fundição.

52 anos: Bodas de Argila – O elemento foi uma das primeiras formas de medicina natural conhecidas pelo homem, por suas virtudes terapêuticas.

53 anos: Bodas de Antimônio – O mineral que pode ser trabalhado para formar o modelo que se deseja mostra que a maleabilidade é tudo numa relação.

54 anos: Bodas de Níquel – O símbolo dos 54 anos de união é um metal branco prateado, usado como catalisador. Dele são feitas as moedas.

55 anos: Bodas de Ametista – É a pedra da espiritualidade e evolução da alma por meio do amor incondicional. Perfeita para quem atingiu a histórica data.

56 anos: Bodas de Malaquita – Um dos minerais mais antigos, usado há milhares de anos por suas propriedades transformadoras. Cleópatra utilizava pó de malaquita como cosmético.

57 anos: Bodas de Lápis Lazuli – A pedra preciosa favorece a clareza mental, o senso de força e vitalidade, amplia o pensamento e atrai a verdade.

58 anos: Bodas de Vidro – Sólido, porém transparente e frágil, o material representa que, apesar dos anos de convivência, a relação só se mantém quando bem cuidada.

59 anos: Bodas de Cereja – O suco de cereja é de tão intenso sabor e cor que segundo algumas tradições é comparado ao primeiro gosto do amor.

60 anos: Bodas de Diamante – Marca histórica para muitos casais, a data merece uma comemoração com filhos, netos e amigos. E claro, uma bela joia!.

61 anos: Bodas de Cobre – Dizem as tradições que o cobre nativo foi o primeiro metal usado pelo homem. A liga tem múltiplas aplicações na indústria.

62 anos: Bodas de Âmbar (ou Telurita) – A pedra âmbar é uma resina fóssil formada por árvores há milhões de anos. A resina que a constitui tinha intuito defensivo.

63 anos: Bodas de Sândalo ou Lilás – As árvores demoram entre 50 e 80 anos para atingir sua plena maturidade. Sua fragrância duradoura só melhora com o tempo.

64 anos: Bodas de Rodocrosita – A pedra de cor avermelhada deve o seu valor às lendas indígenas. Os índios a veneravam como pedra do amor.

65 anos: Bodas de Pérola Negra – Lindas e exóticas, as pérolas negras são as mais raras pérolas encontradas na natureza.

66 anos: Bodas de Ébano – Madeira nobre e na maior parte das vezes muito escura e densa. Tem origem africana e está ficando cada vez mais rara.

67 anos: Bodas de Neve – A neve é um fenômeno de extrema beleza cênica, tanto quanto a união de duas pessoas que chega a 67 anos de vida a dois.

68 anos: Bodas de Chumbo – Conhecido desde a antiguidade, o chumbo é usado pelos humanos por, pelo menos, sete mil anos. É altamente maleável.

69 anos: Bodas de Mercúrio – Uma das características do mercúrio é estabelecer liga com muitos outros metais, assim como um casal que permanece o elo da família.

70 anos: Bodas de Vinho – A analogia é simples: alguns vinhos ficam melhores quanto mais envelhecidos. Muitos chegam a ser mais valiosos que um diamante.

71 anos: Bodas de Zinco – Elemento químico essencial para o corpo humano, o zinco é o metal mais eficiente para proteção do ferro e do aço contra corrosão.

72 anos: Bodas de Aveia – Seu cultivo remonta a tempos imemoriais. Descobertas arqueológicas revelaram sua utilização em povoados pré-históricos.

73 anos: Bodas de Mogno – A árvore de grandes proporções, que pode chegar a alturas entre 25 e 30 metros, representa a união longa e duradoura.

74 anos: Bodas de Macieira – A macieira é a árvore de fruto que há mais tempo é cultivada pelo homem. As maçãs podem ser consumidas o ano inteiro.

75 anos: Bodas de Brilhante – Com a expectativa de vida crescendo, é possível que muitos casais cheguem a esta marca. A comemoração? Um belo almoço em casa com toda a família.

Fonte: Delas Ig

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos Obrigatórios *

*


+ quatro = 8

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×