Terça-feira , 12 Dezembro 2017
Capa > Saúde da Mulher > O Top Five da Cirurgia Plástica

O Top Five da Cirurgia Plástica

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Num país onde o calor impera durante quase o ano todo, as mulheres gostam de se cuidar e por isso não hesitam em optar pela cirurgia plástica quando sentem que algo precisa ser melhorado no corpo ou no rosto. Veja abaixo o que relata o cirurgião plástico e Perito do Instituto de Medicina Social e Criminologia do Estado de São Paulo, Dr. Alexandre Kataoka.

Confira abaixo o ranking dos 5 procedimentos mais realizados no Brasil, de acordo com a Isaps (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética):

Lipoaspiração: A lipoaspiração melhora a forma e elimina essas gorduras localizadas que são difíceis de serem corrigidas apenas com exercício físico e dieta”, diz o cirurgião plástico Dr. Alexandre Kataoka. A intervenção que visa retirar gordura com objetivo estético deve ser feita em um centro cirúrgico, com anestesia geral e – principalmente – deve ser executada por um médico cirurgião plástico especializado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, SBCP.

Pré-operatório: 40 dias antes da cirurgia o paciente deve evitar o uso excessivo de álcool e tabaco, pois o fumo prejudica a circulação cutânea e dificulta a cicatrização, levando à formação de necroses de pele. Além disso, o paciente não deve apresentar casos de anemia e infecções. Nos casos de diabéticos e hipertensos, é necessário que estes quadros estejam controlados.

Pós-operatório: Em pouco tempo o paciente pode voltar ao ritmo normal, apenas com restrição à exposição solar, que pode manchar a pele na área da operação. Para o restabelecimento também é recomendado o uso de cremes, massagens e drenagem linfática.

Aumento de mama: É uma cirurgia que não serve só para aumentar a mama, mas serve também para modificar a forma e corrigir eventuais irregularidades.

Pré-operatório: Anular a ingestão de qualquer bebida alcoólica. Evitar o consumo excessivo de comidas assim como de gorduras. Remédios para emagrecer, inclusive os diuréticos, devem ter seu consumo reduzido.

Pós-operatório: É recomendado um sutiã de maior contenção das mamas. Na hora de dormir ou descansar deve-se manter a cabeça ligeiramente levantada, evitando posturas laterais. A partir de um mês é permitido fazer ginástica, porém os membros superiores não devem ser trabalhados. Não dirigir durante as duas primeiras semanas nem praticar exercícios violentos até passadas 8 semanas.

Abdominoplastia: É a cirurgia plástica para retirar esse excesso de gordura, pele e flacidez. “Ela é especialmente indicada para quem perdeu muito peso ficando com a região da barriga muito flácida”, alerta o médico.

Pré-operatório: Pacientes fumantes devem suspender esse hábito pelo menos 30 dias antes e depois da cirurgia. Além disso, o uso de aspirina, fórmulas ou medicamentos para eliminar o apetite, e de alguns tipos de antiinflamatórios também devem ser evitados por causarem aumento de sangramento.

Pós-operatório: A recuperação da abdominoplastia é relativamente fácil, mas requer alguns cuidados. Após a cirurgia é comum o abdômen perder um pouco da sensibilidade e estar inchado sendo preciso usar uma cinta modeladora durante 30 dias. Durante o período de recuperação da cirurgia plástica não se pode realizar esforços.

Blefaroplastia: É ao redor dos olhos que começam a surgir os primeiro sinais de envelhecimento e não há truque de maquiagem que consiga corrigir. Para isso, recorre-se a blefaroplastia, que é conhecida como cirurgia da pálpebra e visa a retirada de pele e bolsas de gordura ao redor dos olhos.

Pré-operatório: O paciente deve comunicar qualquer anormalidade que possa lhe ocorrer, quanto ao seu estado geral até a véspera da internação. Não fazer maquiagem no dia da internação. Trazer óculos escuros para que não haja intervenção solar na saída da cirurgia.

Pós-operatório: Compressas com água fria sobre os olhos poderão ser úteis para diminuir o tempo de edema e proporcionar certo conforto pós-operatório. Usar óculos escuros quando se expuser à luz natural e ao vento. Evitar sol, vento e friagem, por 8 dias. Não traumatizar nem coçar os olhos.

Redução de mama: Proporciona à mulher mamas com a forma, tamanho e posição adequadas ao seu tipo físico. As técnicas utilizadas nas plásticas de mamas variam de acordo com as necessidades da paciente.

Pré-operatório: Não se deve tomar aspirinas nem outros medicamentos que contenham salicilatos, nas duas semanas anteriores e posteriores à intervenção, também deve ser evitado o uso de tabaco, devido a dificuldade que este causa no processo de cicatrização. No dia da operação deve trazer um sutiã tipo tenista, do tamanho adequado, para usar quando sair do hospital.

Pós-operatório: Os edemas duram um mês, aproximadamente, a posição e forma definitiva dos seios somente poderão ser apreciadas após seis meses. É normal a diminuição ou perda da sensibilidade nas aréolas. É muito importante evitar levantar os braços durante as três semanas seguintes à cirurgia.

Fonte: Dr. Alexandre Kataoka – Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Perito do Instituto de Medicina Social e Criminologia do Estado de São Paulo (IMESC).

Divulgação: Rojas Comunicação

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos Obrigatórios *

*


− três = 4

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×